SUVACO, 25 ANOS SEM SAIR DE CIMA

Rafael Dummar / João Cavalcanti / João Fernando

Desci da Gávea Pequena           
Desnudo como um Tupinambá
E vi o mar de Ipanema
Me oferecendo uma erva defumar

Senhor que coisa obscena
Deixei a vergonha e fui proclamar
A fundação da República dos Vira-Latas de Iemanjá

É Bundalelê
Eco no ar
Chafurdei na Mata Virgem até encontrar
O paraíso das “piranha” e das “pantera”
Redentor abençoando essa nova era

De dentro do engenho do maluco
Vem um samba que eu batuco
Em pleno carnaval

Não preciso de apelos pela paz
Pitboys já não tem mais
Ta na constituição
Não há crise no mercado de sereia
Vem curtir a Maré cheia
Nosso bloco é a maior diversão

25 sem sair de cima
é de prata o nosso jubileu
teu Suvaco é de ninguém menina
quem cheirar, cheirou 
e quem lamber, lambeu
                               

« voltar

Divinas Axilas: a ONG do Suvaco

Conteúdo Flash: Banner do Ministério da Saúde - Prevenção à AIDS

Get Adobe Flash player